Não caia no Golpe – Reconhecendo Boletos Falsos

Uma das formas mais práticas e acessíveis para pagar contas e fazer comprar online, o boleto bancário é um popular método de pagamento, aceito pelos mais diversos segmentos do mercado. Contudo, justamente por conta da facilidade e popularidade, o boleto é uma das formas de pagamento mais sujeitas à fraudes. Mas com os cuidados adequados, você pode se prevenir e garantir a segurança de seus pagamentos feitos via boleto bancário.

Boletos falsos têm se tornado cada vez mais comuns, e não é de hoje que esta modalidade de pagamento é bastante visada por pessoas com más intenções. Basta recordar que, de acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em 2016, as fraudes com boletos somaram mais de R$ 380 milhões de reais no Brasil. Mas quais são os métodos utilizados pelos bandidos que aplicam esse golpe, e mais importante como diferenciar um boleto falso de um verdadeiro, reduzindo as chance de que seus clientes sejam vítimas desse tipo de crime? É o que veremos a seguir.

Métodos utilizados pelos criminosos

Geralmente, os fraudadores falsificam cobranças por meio dos seguintes métodos:

1 –  Adulteração do código de barras: o fraudador altera o código de barrar de um boleto já recebido pela vítima, seja ele referente à prestação de plano de saúde, habitação ou até mesmo financiamentos de veículos;

2 – Uso de malware: nesse caso, o fraudador utiliza um software malicioso que altera o número do código numérico do boleto;

3-  Criação de páginas falsas para forjar faturas;

4 –  Envio de e-mails com instruções falsas para pagamento de boletos referentes à campanhas de arrecadação de fundos e similares;

Algo ainda pior é a chamada engenharia social, modalidade de fraude na qual os criminosos simulam dados verdadeiros de empresas confiáveis. Isso pode ser feito de diversas formas, portanto sempre esteja atento:

Mantenha um histórico com suas compras, confira sempre os remetentes dos emails, as datas e horários de envio.

Desconfie de ligações, mensagens por SMS ou WhatsApp enviadas em horários estranhos, que sugiram urgência ou ameacem com o cancelamento de serviços, e principalmente daquelas que pedem o envio de dados pessoais. Não responda ou autorize nada que levante suas suspeitas e se possível, entre você mesmo em contato com as empresas.

Identificando boletos falsos

Os boletos verdadeiros possuem características que os diferenciam dos falsos, mas é necessário prestar atenção para não deixar que elas passem despercebidas:

1 – Confira sempre se o código do banco emissor do boleto é o mesmo número que aparece no início da linha que contém a numeração;

2- Cheque se o nome da empresa que emitiu o boleto é o mesmo da empresa que o gerou;

3 – Confira se o número da conta da empresa aparece no terceiro segmento da sequência numérica da linha que contém a numeração;

4- Veja se no quarto segmento desta mesma sequência, está a numeração referente ao valor do boleto;

5 – Verifique se os dados que constam no boleto são mesmo os seus;

6 – Cheque os comprovantes e procure por todos os dados que foram expostos acima. Existem pequenas diferenças entre comprovantes gerados online, os que foram gerados em lotéricas e aqueles que são emitidos pelos próprios aplicativos bancários. Os números de identificação, o nome do pagador e o nome da empresa para a qual o pagamento foi feito, porém, serão sempre os mesmos.

7 – Para todas as formas de pagamento, o beneficiário terá o nome do dono da emissão do boleto. Ou seja, se você não conhece esse emissor, desconfie e não pague até conseguir confirmar com a empresa a veracidade da cobrança.

Dicas de segurança

Agora que você já conhece os principais métodos usados pelos criminosos e como reconhecer um boleto falso, é hora de algumas dicas finais para estar ainda mais seguro:

1 –  Mantenha seu computador com antivírus sempre atualizado e instale somente softwares de confiança

2 –  Não se conecte em redes Wi-Fi desconhecidas ou públicas

3 –  Caso desconfie de algum boleto ou fatura impressos e entregues pelo correio, entre em contato com a empresa emissora.

4 –  Desconfie de boletos com erros de ortografia ou diferenças de formatação.

5 – Confirme seus dados pessoais somente para empresas de confiança.

6 –  Verifique sempre os dados do vendedor. Em caso de dúvidas, procure pelo CNPJ da empresa e confirme o nome (razão social);

7 –  No momento do pagamento, é exibido o beneficiário do boleto. Não pague se o nome for desconhecido ou diferente do que você esperava;

8 –  Tente sempre fazer as leituras de códigos de barras pelo leitor do caixa eletrônico ou pelo seu smartphone. Boletos adulterados raramente permitem a leitura do código;

9 –  Tente observar todos os campos-chave do boleto (como ensinamos acima);

10 –  Caso você possua DDA em seu banco e apareça uma cobrança duvidosa, entre em contato com a empresa informada antes de efetuar o pagamento.

BOLETOS AZPAY – Pague somente pelo que vender

Receba os seus pagamentos em até 1 dia útil e com notificação via API. Acesse nossa página do produto e conheça mais sobre essa funcionalidade fácil e segura. Clique aqui

Artigos recomendados